setembro/17
13

Como estou me preparando para o “application”? – By Giovana Fernandes

Publicado por

Estudar nos Estados Unidos sempre foi meu sonho e esse sonho parece estar cada vez mais perto de se tornar realidade. Para que isso aconteça, é necessário preparação. Durante o “Prep Course” do Programa Ganhar o Mundo em março, eu pude aprender muito a como me preparar para o processo de “application” e desde então, tenho colocado em prática todos meus aprendizados.

O primeiro passo foi montar uma rota de sucesso, um planejamento que aprendemos no Prep. Nele, você escreve metas, objetivos e estratégias. Com esse plano foi bem mais fácil manter uma rotina e o foco. Meu primeiro conselho é : defina bem o que você quer e onde você quer chegar, pois como diz o gato, do livro Alice no País das Maravilhas, “quem não sabe para aonde vai, qualquer caminho serve”. Portanto, construa uma rota de sucesso, com objetivos e metas. Mas lembre-se; metas precisam ser objetivas e com prazos de entrega.

Um dos meus principais objetivos, era deixar meu inglês afiado. Então tracei estratégias para isso, usando a ferramenta que ganhamos do programa: o curso de inglês online. O melhor modo de aprender algo é se rodeando daquilo e criar gosto pelo assunto. Estudar cada dia um pouco, para que não fique cansativo e que não se torne algo que você não gosta de fazer. Quando não gostamos do que estamos fazendo, consequentemente teremos dificuldade no aprendizado. Outro ponto importante, é focar em sua maior dificuldade.  No meu caso, foi a escrita.  Eu me dediquei e me propus a escrever duas redações por semana. Hoje olhando para trás, vejo uma enorme evolução no meu inglês e sinto que todo o esforço valeu a pena.

Agora na reta final desse processo, que é colocar tudo que aprendi em prática, me sinto um pouco ansiosa para saber o resultado do trabalho que tenho construído nesse ano. Acredito muito no meu potencial e espero colher os frutos de toda a minha dedicação.

Acreditar é o segredo e agir é uma necessidade! Acredite em seu potencial. “Acreditar é o essencial, mas atitude é o que faz a diferença”.