abril/17
25

Cápsula do Tempo

Publicado por , e

“Nós vamos dominar o mundo!” Assim começou o jantar naquela agradável noite de verão. Biotecnologia, Astrofísica e Política tinham sido apenas alguns dos assuntos discutidos antes que o plano estivesse completamente delineado. Contávamos com um grupo talentosíssimo de jovens mulheres: aspirantes a artista, engenheira, médica, advogada, astronauta e, até mesmo, presidente do Brasil. Se dependêssemos unicamente dos nossos esforços, certamente iríamos realizar grandes feitos nos próximos anos. Estava claro para nosso pequeno grupo de idealistas que, somando as habilidades de cada participante do programa e suas diferentes áreas de interesse, ninguém seria capaz de nos deter. A meta é mudar a realidade para melhor, e não faltam ideias de como fazer isso.

Entre brincadeiras e risos, nos vimos planejando um futuro mais concreto. E, apesar de termos nos conhecido há menos de uma semana, já havíamos incluído umas às outras nessa grande visão. Pairava no ar uma sensação de cumplicidade. Sabíamos que uma conexão verdadeiramente especial se firmava diante de nossos olhos atentos e garfos ávidos. Foi nesse momento que, cientes do fato de que toda história tem um marco inicial, decidimos materializar nossos sonhos e aspirações na forma de uma Cápsula do Tempo.

Nossa ideia era relatar “para outros e para nós mesmas“ quem eram as meninas do Ganhar o Mundo, e o quanto a experiência do projeto havia significado para todas nós. Para isso, pedimos que cada selecionada escrevesse uma carta para ser lida daqui a 10 anos. As cartas foram enterradas em frente ao Hotel-Escola Bela Vista junto com fotos assinadas pelo grupo e um exemplar do jornal do dia. Com ajuda e entusiasmo dos coordenadores do programa, a parte logística foi arranjada, e na tarde de 14 de março de 2017, encerramos o curso presencial ao lacrar uma caixa de aço com as iniciais da CSN, que será aberta em 2027.

 

 

Em muitos sentidos, a caixa relaciona-se diretamente com a pessoa que esperamos nos tornar. Segundo o escritor e pesquisador norte americano Joseph Campbell, todas as figuras heroicas constituem diferentes versões de um mesmo conto, e que nós, seres humanos, projetamos os acontecimentos mais importantes de nossas vidas nesse mesmo modelo. A “jornada do herói” se inicia com um evento que marca o personagem e o convoca a abandonar sua zona de conforto, a se aventurar por um mundo novo. Nesse contexto, a Cápsula é uma arca preenchida por múltiplas possibilidades. Nos lembra que, quando escolhemos entrar no Ganhar o Mundo, abrimos nossos horizontes, aceitamos novos desafios. E, agora, temos que estar prontas para sermos nossas próprias heroínas.

Dessa forma, a Cápsula do Tempo não é um simples registro de uma semana mágica na vida de 39 jovens que não se conheciam, mas sim uma prévia do que ainda está por vir. Por isso, não se engane, essas meninas ainda vão dar o que falar.